Literatura entre Amigos. Tecnologia do Blogger.

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Marcada



Sinopse:

 Em The House of Night você vai conhecer um mundo parecido com o nosso, exceto pelo fato de que nele os vampiros sempre existiram e convivem tranquilamente com as pessoas normais.
 No primeiro volume, Marcada, Zoey, uma garota de 16 anos, acaba de receber uma marca que vai transformar a sua vida por completo.
 Zoey terá que se afastar de seus amigos e de tudo aquilo que fazia parte da sua vida até então. A menina vai se transformar em vampira e usufruir de poderes que ela nem imaginava possuir. Mas para isso ela precisa suportar o difícil período de transformação, caso contrário morrerá.


 Quando comecei a ler House Of Night, não comecei com grande entusiasmo. Pensei que era só mais um. Mas a história me prendeu de um jeito que nem sei explicar. (Risos).
 Faz tempo que eu li, e merece uma releitura, afinal a série não acabou e já me perdi um pouco pelo caminho.
 No caso de Marcada, Zoey é uma garota com problemas em casa e ser marcada para virar vampira foi como um alívio tanto para ela quanto para sua mãe, com quem ela tem um relacionamento muito ruim.
 No primeiro ano, é onde as amizades se firmarão, casais provavelmente se formarão e muita confusão pode acontecer. E Marcada tem tudo isso, e vai além.
 Recomendo. É uma leitura diferente sobre vampiros, com ar jovial e 'surpresas' ao longo do caminho.

;)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

A Menina Mais Fria de Coldtown!


      No mundo de Tana existem cidades rodeadas por muros, são as Coldtowns. Nelas, monstros que vivem no isolamento e seres humanos ocupam o mesmo espaço, em um decadente e sangrento embate entre predadores e presas. Depois que você ultrapassa os portões de uma Coldtown, nunca mais consegue sair. Em uma manhã, depois de uma festa banal, Tana acorda rodeada por cadáveres. Os outros sobreviventes do massacre são o seu insuportavelmente doce ex-namorado que foi infectado e que, portanto, representa uma ameaça e um rapaz misterioso que carrega um segredo terrível. Atormentada e determinada, Tana entra em uma corrida contra o relógio para salvar o seu pequeno grupo com o único recurso que ela conhece: atravessando o coração perverso e luxuoso da própria Coldtown. A Menina Mais Fria de Coldtown, da aclamada Holly Black, é uma história única sobre fúria e vingança, culpa e horror, amor e ódio.


      Uma mistura de terror, horror, vingança, burrice e calmaria. A vida de Tana é sem dúvida esquisita.
      Tana foi mordida pela própria mãe quando ainda era pequena, uma infectada louca por sangue para completar a transição. O trauma de ser filha de sua possível assassina ainda a acompanha e por isso ela é cuidadosa. Mas depois de uma festa, ela não teve escolha a não ser dirigir até uma cidade cercada que abriga os 'monstros' e alguns humanos que são idiotas o suficiente para viverem lá porque querem. 
      Seu 'ex-namorado' tentou mordê-la. Ele é uma graça, mas é um idiota que vive colocando ela em apuros, mas mesmo assim ela o ajuda, pois assim como ela, ele sobreviveu à noite de terror. 
      Ela ajudou um vampiro a fugir. E se envolveu com ele depois. 
      Enfrentou alguns vampiros e se deu bem na maior parte do tempo até sua irmã mais nova fazer a besteira de entrar na cidade e acabar com suas chances de sair de lá.
      No fim sobreviveu a mais horrores em uma noite que qualquer humano aguentaria.
     Ficou pedindo uma continuação, espero sinceramente que tenha. O livro merece e nós leitores também!!!

;)

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Perdão e Amor... Palavras que constroem e edificam laços!

Quando somos dominados pela raiva, somos incapazes de amar, pois ela é um sentimento tão frio e forte que nos coloca em um estado que não enxergamos mais nada, a não ser a vontade agonizante de se libertar desse sentimento que nos corrói aos poucos. Mas nós, muitas vezes não sabemos como se libertar da maneira correta e com isso, sofremos com esse sentimento que nos mata aos poucos.

sábado, 18 de outubro de 2014

Entrevista com Max Moreno!

Seja bem vindo ao Chocolate Quente, Max Moreno!



  Max Moreno é redator publicitário, radialista e professor de Inglês. Passou a acalentar e se dedicar à carreira de escritor a partir de 2009, quando surgiram os primeiros esboços de A Outra Sombra. Nascido na cidade de Mariluz, no Paraná, ainda criança, mudou-se com a família para Santos, São Paulo, onde passou a infância e adolescência, retornando ao seu estado de origem anos depois.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

A culpa é das estrelas




 A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Popular Posts

 

Total de visualizações de página

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir e exibir, desde que seja dado crédito ao autor original,
Família Literatura entre Amigos, e seja referenciado o endereço deste Blog como fonte com os devidos créditos aos autores.

Follow by Email